segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

.
.
então eu era uma moça suave, e como um vinho eu descia; alguns me pegavam pra cheirar, outros me esperavam sangrar, e a me julgar davam notas que eu jamais me alcançaria.
.
.

3 comentários:

JasonJr. disse...

:D

Ana Andreolli disse...

linda como sempre. me passa seu email, quero um livro seu :)

Priscila Lopes disse...

Ana, eu te escrevo.